What Happens in Beowulf? An Interesting Summary

Fonte: What Happens in Beowulf? An Interesting Summary

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

10 Works of Anglo-Saxon Literature Everyone Should Read

Fonte: 10 Works of Anglo-Saxon Literature Everyone Should Read

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

25 árvores que você pode plantar sem medo de destruir sua calçada e a rede elétrica

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Kubla Khan – Samuel Taylor Coleridge

escamandro

coleridgeUm dos poemas mais famosos de um poeta pouco lido. A Samuel Taylor Coleridge (1773 – 1834), poderíamos dizer, falta, talvez, algo do charme imediato dos outros românticos ingleses – o júbilo natural proto-hippie de Wordsworth, o esteticismo elaborado de Keats, o ardor poético/político de Shelley, o visionarismo quase louco de Blake, o humor ácido de Byron… – o que talvez justifique o interesse reduzido do público por sua obra. Mas quem já leu o seu longo “The Rime of the Ancient Mariner”, ou “A Balada do Velho Marinheiro”, como é conhecido em português (o outro poema mais popular de Coleridge, que ganhou homenagem inclusive até pelo Iron Maiden) já pôde averiguar o talento do poeta – que chegou a influenciar tanto Wordsworth quanto Keats e Shelley, bem como, mais tarde, também Edgar Allan Poe – e pode provavelmente imaginar o baque que essa sinistra viagem proto-simbolista deve…

Ver o post original 2.538 mais palavras

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Fases da História da Língua Inglesa

http://www.open.edu/openlearn/languages/english-language/the-history-english-ten-minutes

Publicado em História, Sem categoria | Deixe um comentário

October 25 in Literary History: Shelley Writes His Ode to the West Wind

Fonte: October 25 in Literary History: Shelley Writes His Ode to the West Wind

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Getting your students to speak in the language class

Jorge Sette "Linguagem"

Despite  Steven Krashen’s famous methodology of language acquisition, in which he claims students must go through a silent period before they can speak the language, we know how anxious our students are to start producing the target language from day 1.  This silent period is the time learners need to be exposed to enough comprehensible input so they can absorb the language and be able to speak it. It emulates what happens when kids acquire their first language. Having said that, it’s a fact that motivation  also plays a key part in language learning, and setting up speaking activities from the very beginning of the language course will not, in my opinion, have any negative effect on the students’ development: they will not be able to do much, though, but that is OK. Motivation will work wonders. The elementaty level, what is usually known as A2 in the Common European…

Ver o post original 1.036 mais palavras

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário